“Beto Cabral”

O governador do Paraná Beto Richa (PSDB) só é chamado nos corredores do Congresso Nacional de “Beto Cabral”, em alusão ao ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB) preso desde novembro do ano passado.

As apostas de congressistas são de que Richa não disputará o Senado nem outro cargo nas eleições de 2018.

O tucano ficaria no governo até o último dia para assegurar a vitória de seu candidato preferido, Ratinho Junior (PSD), e, na troca de guarda, ele, Richa, assumiria uma supersecretaria.

A supersecretaria garantiria foro privilegiado a Beto Richa no Tribunal de Justiça do Paraná.

Comentários encerrados.