Aragão: “Mais uma vítima do punitivismo”

| 12 Comentários

O ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão afirmou que o reitor da UFSC, Luís Carlos Cancellier, foi vítima do ‘punitivismo’ do Estado.

“Mais uma vítima do punitivismo”, declarou ao Blog do Esmael.

Cancellier foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (2), em Florianópolis, no Beiramar Shopping.

O reitor tinha sido preso em 14 de setembro pela Operação Ouvidos Moucos, que investiga supostas irregularidades na aplicação de recursos federais recebidos pela Universidade para curso de Ensino a Distância.

Na quinta-feira (28), Luís Carlos Cancellier escrevera n’O Globo artigo no qual afirmara que era um “reitor exilado”.

“No mesmo período em que fomos presos, levados ao complexo penitenciário, despidos de nossas vestes e encarcerados, paradoxalmente a universidade que comando desde maio de 2016 foi reconhecida como a sexta melhor instituição federal de ensino superior brasileira”, desabafou num trecho do artigo.

12 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Pingback: Aragão: Punitivismo matou reitor da UFSC | Nossa Política

  2. Punitivismo é pra acabar, e como se chama o que ele fez neste país?

  3. Ainda paira alguma dúvida na mente de algum ser pensante sobre o caráter tipicamente FASCISTA da ditadura midiático-judicial que nos oprime?

    https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/320312/Antes-de-se-matar-reitor-deixou-carta-sobre-vexame-a-que-foi-submetido.htm

  4. Punitivismo seguido de execração pública, como denotam os comentários das notícias relacionadas a essa investigação na UFSC.

    Dias piores virão, caso esse golpe de Estado não seja revertido e e o judiciário, o MP e a PF não se recolham a seu devido lugar.

    A grande imprensa tem sua parcela nisso. As notícias da televisão de Santa Catarina dão clara notícia que tais servidores públicos são corruptos antes de haver qualquer julgamento. Não é todo mundo que tem a estrutura do Lula para aguentar essa pressão feita.

  5. cria da petralhada funcionario publico militando e usando a maquina publica para fazer defesa de bandidos onde esta a imparcialidade

Deixe uma resposta

Preenchimento obrigatório *.