Aécio é “o cara”

Publicado em 25 outubro, 2017

A Comissão de Ética do Senado rejeitou na noite desta terça (24) o pedido de cassação de Aécio Neves (PSDB-MG) alegando “coisa material julgada legislativa” e por isso “impõe-se a conclusão pela absoluta inadmissibilidade da representação” formulada pelo PT.

Aécio foi flagrado em gravações pedindo R$ 2 milhões em propina para Joesley Batista, dono da JBS, e seu primo foi preso transportando parte desse dinheiro mal havido, mas o presidente do Conselho de Ética João Alberto Souza (PMDB-MA) arquivou a denúncia contra o parlamentar do PSDB.

O tucano poderá completar ainda hoje ‘barba, cabelo e bigode’ com o livramento de Michel Temer (PMDB) na Câmara. Explica-se.

Na semana passada, Aécio já tinha obtido vitória no plenário do Senado. Conseguiu reaver o mandato e afastar a proibição de frequentar a balada.

Para fechar o repolho, também ontem, a cúpula nacional do PSDB manteve Aécio no comando do partido.

Elevado à condição de “santo”, só falta agora o senador ser ungido candidato tucano à Presidência da República em 2018.

Pensando bem, Aécio é “o cara”.

Comments are closed.