92% favoráveis a congelamento e redução de salário para deputado, mostra enquete

Publicado em 15 outubro, 2017
Compartilhe agora!

Motivada pela recente decisão de deputados de congelar salário dos servidores públicos pelos próximos três anos, enquete inédita do Blog do Esmael mostra que 92% dos leitores são favoráveis ao congelamento e redução de salário dos deputados estaduais do Paraná.

Noutros tempos, noutras circunstâncias, esse levantamento não faria sentido. Mas os sucessivos ataques a direitos do funcionalismo público pela Assembleia Legislativa, a pedido do governo Beto Richa (PSDB), ensejam uma ampla campanha contra os supersalários, as superverbas de gabinete e o ressarcimento dos deputados.

Na semana que passou, por exemplo, os homenageados professores deste domingo tiveram seus vencimentos congelados pela ALEP até 2020. Além deles, os demais trabalhadores no serviço público estadual. Parlamentar nenhum tem prerrogativa para tirar direito do funcionalismo.

Por que suas excelências, os deputados, não mexem no auxílio-moradia dos juízes?

Pois bem, voltemos à inédita sondagem.

92% dos leitores disseram ser favoráveis ao congelamento e redução em 50% do salário de deputado porque entenderam que “pau que bate em Chico também bate em Francisco”, ou seja, se votaram pelo calote e congelamento de salários dos servidores nada mais justo que eles [os parlamentares] também sejam submetidos a tal austeridade.

Apenas 4% dos leitores afirmaram ser contra a redução e congelamento de salário dos deputados; 3% acreditam que deputado ganha pouco; e 1% mostrou-se indiferente à questão. A enquete realizada entre 11 e 15 de outubro de 2017 registrou 1.042 votos.

Quanto custa um deputado estadual no Paraná

Cada um dos 54 deputados estaduais possui — além do salário — uma verba adicional mensal para ser usada com aluguel de carro, combustível, alimentação, pesquisas de opinião, passagens e serviços de divulgação, entre outros. No ano de 2016, esse valor chegou a R$ 20 milhões na Assembleia Legislativa.

O salário bruto de um deputado estadual no Paraná é de R$ 25.322,25. Evidentemente, sem o ressarcimento que pode chegar a R$ 31 mil mensais. Essa verba de gabinete adicional bate a casa dos R$ 78,5 mil mensais para cada uma das excelências.

Se eles congelaram os salários dos professores e dos demais servidores públicos, por que não podem ter os próprios salários congelados?

Portanto, reduzir e congelar salário de deputados nada mais é do que o exercício da legítima defesa.

Compartilhe agora!

Comments are closed.