No bico do corvo, Janot denuncia senadores do PMDB por organização criminosa

Publicado em 8 setembro, 2017
Compartilhe agora!

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, tenta salvar a própria “reputação” nos últimos dias de seu mandato atirando “flechas” para todos os lados. As “saideiras” foram disparadas nesta sexta-feira (8) contra senadores do PMDB.

Janot oferece hoje ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra senadores do PMDB do Senado pelo crime de organização criminosa. Foram denunciados os senadores Edison Lobão (MA), Romero Jucá (RR), Valdir Raupp (RO) e Jader Barbalho (PA), além do ex-senador José Sarney; Jucá é líder do governo Michel Temer e presidente nacional do PMDB.

As flechadas “derradeiras” de Janot, no entanto, estão reservadas a Temer. As apostas giram em torno da delação do lobista Lúcio Funaro que acusa o peemedebista de receber R$ 13,5 milhões em propina. A nova denúncia contra o presidente será reforçada ainda por outras seis delações.

Rodrigo Janot sai da Procuradoria-Geral da República, no próximo dia 17, mas entra no bico do corvo. Ele se deu mal com as gravações de Joesley Batista, dono da JBS, revelando como as delações premiadas são fabricadas pelo MPF contra desafetos políticos, bem como o funcionamento dessa formidável “indústria” no âmbito da lava jato.

Compartilhe agora!

Comments are closed.