19 de setembro de 2017
por Esmael Morais
5 Comentários

Colômbia anuncia na ONU fim da política “Guerra às Drogas”

Diferente de Michel Temer, o presidente da Colômbia Juan Manuel Santos se recusa a curvar-se a Donald Trump e à política antidrogas dos Estados Unidos. Leia mais

19 de setembro de 2017
por Esmael Morais
2 Comentários

Artistas do ‘Fora Temer’ com Maia

Nas vésperas da Câmara receber a segunda denúncia contra Michel Temer (PMDB), Rodrigo Maia (DEM-RJ), que exerce a Presidência da República interinamente, recebeu uma comitiva de artistas identificados pelo movimento ‘Fora Temer’ no Palácio do Planalto. Leia mais

19 de setembro de 2017
por Esmael Morais
67 Comentários

Veja quem são os seis pré-candidatos ao governo do Paraná

Ao menos seis pré-candidatos manifestaram interesse na disputa pelo governo do Paraná em 2018. Leia mais

19 de setembro de 2017
por Esmael Morais
26 Comentários

Ditadura outra vez? Nem a pau, Juvenal!

“O espectro do autoritarismo paira sobre uma nação supostamente democrática”, escreve o deputado Enio Verri (PT-PR). Ele discorre sobre as recentes ameaças de intervenção militar e das pautas autoritárias no país. Leia mais

19 de setembro de 2017
por Esmael Morais
55 Comentários

Lula vence em todos os cenários possíveis e imagináveis, diz pesquisa CNT/MDA

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva segue imbatível em todos os cenários pesquisados pela CNT/MDA. Leia mais

19 de setembro de 2017
por Esmael Morais
31 Comentários

Dilma derrota Aécio em Minas, diz pesquisa

A presidente eleita Dilma Rousseff (PT) lidera as pesquisas para o Senado em Minas Gerais e, segundo o instituto Quaest, ela poderá derrotar o senador Aécio Neves (PSDB-MG). Leia mais

19 de setembro de 2017
por Esmael Morais
7 Comentários

Requião Filho: PMDB nacional prepara golpe

O deputado Requião Filho (PMDB), do Paraná, promete resistência à convenção nacional extraordinária do PMDB. Segundo ele, além de pauta secreta, a cúpula fala em compliance (adoção de práticas visando o cumprimento da legislação) e mudar o nome da sigla para “MDB” e extinguir a Fundação Ulysses Guimarães. “Chega a ser irônico, uma vez que boa parte dos nomes da cúpula nacional do Partido se encontra em delações e ou é investigada pela operação Lava Jato”, escreve o parlamentar. Leia mais