Rodrigo Maia propõe “novo centro” no lançamento do 14º Congresso do PCdoB

O presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) foi o convidado de honra na abertura do 14º Congresso do PCdoB, nesta quarta-feira (30), em Brasília, no Salão Nobre da Casa. Em discurso no evento, Maia defendeu um “novo centro” com a participação dos comunistas.

“O centro não é o ambiente onde cada um de nós abre mão de suas ideias e convicções. O centro, penso eu, daqui pra frente, é o ambiente onde pessoas que pensam diferente têm a capacidade de dialogar. E é isso que eu tenho tentado fazer sempre e, principalmente agora, como presidente da Câmara”, discursou o fundador do Democratas.

Antes do sepultamento da possibilidade de afastar Michel Temer, o ex-ministro Aldo Rebelo era cogitado para formar chapa com Maia numa eventual eleição indireta. Entretanto, Temer ficou e Aldo saiu do PCdoB este mês.

O PCdoB tem uma afinidade política com Maia que vem de priscas eras. Tanto é que no discurso de posse na Câmara, após a cassação de Eduardo Cunha (PMDB-RJ), Maia fez questão de mencionar a articulação do deputado Orlando Silva (PCdoB-SP).

No lançamento de hoje não foi diferente. O presidente da Câmara chamou a presidenta da legenda vermelha de “minha amiga”.

O diabo nisso tudo é que cabe a Rodrigo Maia a tarefa de definir as espinhosas pautas na Câmara, tais como a reforma trabalhista (já aprovada), as privatizações, a reforma da previdência, dentre outras criticas pelo PCdoB.

Comentários encerrados.