Por Esmael Morais

Requião exige que PMDB libere voto sobre denúncia contra Temer; assista

Publicado em 01/08/2017

O plenário da Câmara votará nesta quarta (2) a autorização para que o Supremo Tribunal Federal analise denúncia contra o presidente da República, Michel Temer, por crime de corrupção passiva.

No vídeo, Requião denunciou que o presidente da legenda Romero Jucá (PMDB-PR) está ameaçando os parlamentares. “Não se pode forçar uma decisão, a favor ou contra, se ele [deputado] é juiz da causa. É uma posição ditatorial.”

“Seria um rato se votasse a favor ou contra, por imposição do partido”, disparou o senador.

Requião “revelou” que está sendo hostilizado por Jucá porque ‘não usa tornozeleira eletrônica’ e ‘não é réu na lava jato’, a exemplo do presidente do partido, que o quer expulsar do PMDB.

A bancada do PMDB na Câmara tem 63 deputados. É a maior da Casa, seguida pela do PT.

LEIA TAMBÉM:
Movimento pela Ética vai pedir expulsão de corruptos do PMDB

Assista ao vídeo: