Coluna da Gleisi Hoffmann: A criminalização da política, a lista da Odebrecht e o golpe