Moro no banco dos réus em Curitiba

Daqui a pouco, a partir das 14h, desde Curitiba, terá início ao julgamento do juiz Sérgio Moro e da força-tarefa lava jato.

O Blog do Esmael vai transmitir o evento ao vivo para o Brasil e o mundo.

Além de Moro, o Tribunal Popular Internacional também deverá apreciar a perseguição política desenvolvida pelo procurador Deltan Dallagnol.

O advogado Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, ministrou hoje pela manhã um curso sobre lawfare (uso indevido dos recursos jurídicos para fins de perseguição política). No período da tarde, no Tribunal Popular, ele “defenderá” a lava jato e seus excessos.

O advogado criminalista afirma que o júri popular é importante para trazer à tona as ações da Polícia Federal e “muitos excessos”, como abuso de prisões preventivas, espetacularização do Direito Penal e criminalização da política.

No corpo de jurados se destacam Beatriz Vargas Ramos, Marcello Lavenère, Antônio Maués, Juliana Teixeira, Gerson Silva, José Carlos Portella Júnior, Michelle Cabrera, Claudia Maria Barbos e Vera Karam Chueiri.

A iniciativa do julgamento de Moro partiu do Coletivo Advogadas e Advogados pela Democracia (Caad) e da Frente Brasil de Juristas pela Democracia.

Comentários encerrados.