Por Esmael Morais

Lula: “Vou brigar para ser candidato em 2018”

Publicado em 12/08/2017

Lula também criticou a militância política da força-tarefa lava jato, que o persegue para tirá-lo da corrida presidencial do ano que vem: “A lava jato está funcionando como um partido político. Já provei a minha inocência. Quero que comprovem que eu tenho R$ 1 que não seja meu.”

Assista ao vídeo:

Abaixo, veja os principais tópicos do discurso de Lula:

O Rio de Janeiro é o estado que mais está sofrendo com o golpe e a crise econômica no país.

O Rio de Janeiro é o estado que nem o funcionário público está recebendo o salário. Isso porque o estado está quebrado.

Fico muito triste porque deram o golpe no país dizendo que o PT era a desgraça do Brasil.

Os coxinhas agora não estão batendo mais panela, estão batendo a cabeça porque não sabem mais o que fazer.

Precisamos ter consciência do que está acontecendo no Brasil. O objetivo das reformas é destruir aquilo que conquistamos.

Querem destruir o PT para evitar que o Lula volte na eleição de 2018.

Nós, em 12 anos, geramos 22 milhões de empregos com carteira assinada. Fizemos 18 universidades novas e criamos o ProUni.

No nosso governo, formalizamos 6 milhões de micro e pequenos empreendedores e o salário mínimo aumentou.

A falta de dinheiro na previdência é resultado da falta de competência de quem está governando o país hoje.

No nosso governo, o Brasil virou protagonista internacional. Passamos a ser respeitados.

Lamento profundamente que a educação seja tratada como gasto e não como investimento na planilha do atual governo.

Eles não querem que a gente prove que um metalúrgico possa fazer mais pelo povo do que todos os doutores que estão no Planalto.

Eu tinha 14 anos e tinha vontade de comer uma maçã argentina, mas não tinha dinheiro. Não roubava a maçã para não envergonhar a minha mãe.

Se eu não queria envergonhar a minha mãe, por que eu vou envergonhar milhões de brasileiros?

Eu só sou o que sou pela evolução da consciência política do povo brasileiro, que entendeu que pode melhorar de vida.

Não sei quanto tempo tenho de vida, mas vou brigar para ser candidato em 2018. Esse país pode voltar a sorrir e ser respeitado.

A lava jato está funcionando como um partido político. Já provei a minha inocência. Quero que comprovem que eu tenho R$ 1 que não seja meu.