Barros entregará 878 nomes de ‘médicos que fingem trabalhar’ ao STF

Publicado em 25 agosto, 2017
Compartilhe agora!

O ministro da Saúde Ricardo Barros (PP) não irá “afrouxar o sutiã” na guerra contra os médicos.

Em comunicado, o Ministério da Saúde informou nesta sexta-feira (25) que entregará nome de médicos faltosos ao Supremo Tribunal Federal.

Barros foi notificado pelo ministro do STF, Ricardo Lewandowski, para explicar declaração segunda qual ‘o médico vai parar de fingir que trabalha’.

“Assim que receber a notificação, apresentará ao órgão os 878 processos reunidos pelo Conasems (Conselho Nacional de Secretários Municipais de Saúde) referentes a ações do Ministério Público contra gestores municipais que apontam irregularidades de cumprimento de carga horária de profissionais de saúde, inclusive médicos”, diz nota no site oficial do Ministério da Saúde.

A Fenam (Federação Nacional dos Médicos) articula um movimento para tirar o engenheiro Ricardo Barros do cargo de ministro da Saúde.

Compartilhe agora!

Comments are closed.