Golpista Michel Temer rebaixa forças armadas à condição de polícia no Rio

O ilegítimo governo Michel Temer rebaixou as forças armadas à condição de mera polícia no Rio de Janeiro.

O Tinhoso jura que a presença de tropas das forças armadas na capital fluminense tem o objetivo de “preservar a ordem pública” e as instituições.

Até o mais acéfalo comedor de alfafa sabe que o aumento de delitos no Rio – e no resto do país – está intrinsecamente ligado à deterioração da qualidade de vida das pessoas após o golpe de com o consequente desmonte do Estado Social.

A pauperização do povo brasileiro aviltado pelo desemprego crescente, somada à retirada de direitos dos trabalhadores, precarização da mão de obra, fim de investimentos públicos em áreas como saúde e educação, e, daqui a pouco o fim da aposentadoria, agrava a situação e aumenta o desespero dos cidadãos.

A autorização das forças armadas no Rio tem a ver com aqueles três pontos sobre os quais os desenvolvimentistas não se cansam de denunciar: 1- a precarização do Executivo, transformado num chefe de polícia para reprimir manifestações populares; 2- a maximização do poder do Banco Central independente; e 3- a precarização do Parlamento, com o financiamento de campanha por bancos e grandes empresas.

Ou seja, o ilegítimo utiliza as tropas federais para conter problemas sociais maximizados pelo golpe de Estado. Assim como era ilegal o uso do Exército para conter manifestações em maio passado, em Brasília, também o é no caso concreto do Rio.

Portanto, a presença das forças armadas no Rio é um atestado de que o golpe falhou e que Temer tem que cair fora; que somente as eleições Diretas Já têm condições de restabelecer a democracia e a paz social no país.

4 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Caro Esmael.
    Creio que tudo tem limites.
    Esse cidadão que se intitula Apartidário passou dos limites da decência.
    Chamá-lo de imbecil, não caracteriza crime, mas de mau caráter, sim.
    Dano moral em público e com prova produzida.
    Vais deixar por isso mesmo, ou vais moralizar esse excelente canal de debate?

  2. Deixa de ser imbecil e mau caráter. A violência no Rio de Janeiro é crônica e crescente. As leis são frouxas e o Estado incompetente e mal intencionado. Criticar e botar a culpa de 13 anos nas costas de alguém que assumiu o governo a menos de 2 anos é zombar da inteligência da população. Se tiver que culpar alguma instituição, é o PT corrupto e ladrão que assaltou os cofres da nação pra se manter no poder as custas do dinheiro público do contribuinte. Aquele criminoso amigo intimo da Lula, Sergio Cabral, governou e roubou o Rio de Janeiro durante 7 anos, passando o cargo para outro pilantra com apelido de marginal, Pezão.
    O fato de colocar as forças armadas nas ruas não desvaloriza esses militares, pelo contrário os engrandece e a população agradece.

    • VAI COMER MERDA, FASCISTA E CANALHA, PORTANTO!!!
      Tu como fascista só vês repressão para resolver tudo!!!
      Não cuida do social, beócio de merda, QUE TU NUNCA VAIS VER SOLUCIONADO O PROBLEMA DA VIOLÊNCIA.
      Outra coisa: votaste em quem para governador, tabacudo de merda??

      • Programas sociais, servem na maioria das vezes para que o povo menos favorecido crie dependência de governos totalitários como o venezuelano e como o que o PT queria implantar no Brasil. A população não quer esmola, quer uma vida digna com oportunidades de emprego e poder aquisitivo suficiente para que possa garantir o sustento e o bem estar de sua família. O PT e seus admiradores comemoram por exemplo a ampliação de programas como o Bolsa Família, quando deveriam proporcionar meios para diminuir o ingresso de pessoas nesse programa e aí sim comemorar a diminuição dos beneficiários. Na verdade, esses governos não tem interesse em diminuir o assistencialismo, isso significaria perda de votos e consequentemente de força. Mas gradualmente estamos nos livrando desse mal e quem sabe as futuras gerações terão melhor qualidade de vida e menos dependência do Estado. PT saudações!