Por Esmael Morais

URGENTE: RENAN CAI ATIRANDO EM TEMER

Publicado em 28/06/2017

O parlamentar disse que Michel Temer não tem condições de governo, muito menos de reformar as leis que retiram direitos dos trabalhadores.

“Estão massacrando os trabalhadores e os aposentados”, acusou o peemedebista.

Renan acusou o governo de ser “influenciado por um presidiário de Curitiba”, referindo-se ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha “que, inclusive, recebeu dinheiro”.

O senador também justificou que não concorda com decisões de um partido que age “como um departamento do Poder Executivo”.

Renan afirmou ainda que o governo do correligionário se transformou em um ambiente de chantagens, “perseguindo parlamentares que não rezam a cartilha governamental”.

“Estou me libertando dessa âncora pesada e injusta. Não tenho a menor vocação para marionete. O governo não tem a menor credibilidade para fazer as reformas”, discursou.

Renan Calheiros ameaçou fazer trocas de membro da CCJ, que vota hoje relatório da reforma trabalhista, de autoria do líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB-RR).

Na CCJ, desde as 10h, senadores debatem e leem votos em separados acerca da reforma trabalhista.