Por Esmael Morais

Meirelles é um mala sem alça

O ministro da Fazenda Henrique Meirelles é um mala sem alça que não acerta uma a favor do povo, embora os bancos que ele representa seguem engordando na crise. A todo instante Meirelles revisa para baixo — sempre

Publicado em 29/06/2017

A todo instante Meirelles revisa para baixo — sempre contra os trabalhadores — os prognósticos para a economia.

Por falar em mala, Meirelles foi elogiado por Joesley Batista nas conversas gravadas com Rocha Loures.

“Ele é um cara duro, mas ele é maleável”, elogiou o dono da JBS, para então emendar: “Ele… se você precisar de um, isso aí da Previdência. Vamos chutar, ele chuta. Henrique, dá uma seguradinha, ele segura. Ele não é cabeça dura não. Ele é companheiro”.

Nunca é demais recordar que Meirelles, festejado pela Globo e rentistas, esteve ligado ao Grupo J&F, controlador do frigorífico JBS. Ele presidiu o Conselho de Administração entre 2012 e 2016, de onde saiu para o governo golpista de Michel Temer.

Para ser ruim, Henrique Meirelles precisa melhorar bastante. Até o Joesley abriu mão do mala…

Recessão

Meirelles disse esta semana que o PIB brasileiro não vai crescer neste ano de 2017, o que não é nenhum novidade neste quadro de recessão provocado pelo próprio governo.

Se aumenta o desemprego e a insatisfação do povo, o mesmo não se pode dizer dos banqueiros. A estimativa de aumento de lucro das casas bancárias, até o terceiro bimestre deste ano, era de 21% em relação ao mesmo período de 2016.