Por Esmael Morais

Marta Suplicy diz NÃO a Temer e Ministério da Cultura pode sobrar para deputado do PMDB do Paraná

Publicado em 16/06/2017

O cargo ficou vago nesta sexta-feira (16) com o pedido de demissão do ministro interino João Batista de Andrade, filiado ao PPS, que pulou do Titanic do Tinhoso. Ele substituía Roberto Freire (PPS), que também havia pedido demissão assim que vieram à tona as delações da JBS.

Quanto Sérgio Souza, ele preside a Comissão de Agricultura da Câmara. Na crise da demissão de Osmar Serraglio (PMDB-PR), no fim do mês passado, fora lembrado para o Ministério da Justiça.

A ideia de Sérgio Souza na Justiça só não prosperou porque sua nomeação devolveria o foro privilegiado para o suplente Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), preso com a volta de Serraglio à Câmara. O Palácio do Planalto titubeou temendo reações.