Lula e FHC chegam a um consenso: ‘Temer não pode continuar’

Depois de FHC pedir um “gesto de grandeza” do ilegítimo Michel Temer, renunciado e antecipando as eleições, agora é a vez do ex-presidente Lula fazer o mesmo.

“Temer não tem condições de governar o Brasil”, afirmou nesta terça-feira (27) o petista, ao fazer linha com o ex-presidente tucano:

“O ideal seria que tivéssemos um processo mais tranquilo, que o próprio Temer poderia pedir antecipação das eleições e a gente pudesse escolher antes de outubro de 2018 um novo presidente da República e um novo Congresso Nacional, para que o pais recupere a paz, a democracia”, discursou no microfone da Rádio Itatiaia, de Minas Gerais, com transmissão em seu perfil no Facebook.

FHC havia dito esperar um “gesto de grandeza” com a renúncia do ilegítimo Michel Temer, que convocaria eleição direta para presidente da República.

O mandachuva do PSDB também opinou recentemente sobre o tapetão que a burguesia prepara para conter Lula nas urnas, em 2018.

“[Alguns dizem] ‘Ah, mas tem o Lula’. O Lula está por conta da Justiça. Eu não vou antecipar, não sei o que a Justiça vai fazer. Suponhamos que a Justiça diga que o Lula não fez nada. Ele é candidato –o único candidato possível do PT. Só resta vencer na urna. Ou então dar golpe. Eu sou contra golpe. Só resta vencer na urna. Só que não tem jeito. Preparemo-nos para isso. Para vencer”, afirmou FHC na última sexta (24) durante uma palestra em São Paulo.

Abaixo, assista à entrevista de Lula:

Comentários encerrados.