Câmara de Curitiba vota pacotaço de Greca; acompanhe a sessão ao vivo

Publicado em 20 junho, 2017
Compartilhe agora!

Do lado de fora, 4 mil PMs e servidores municipais revoltados com a falta de diálogo e com o regime de urgência na aprovação do pacotaço.

Do lado de dentro, acuados como coelhos, os vereadores que sobem para o cadafalso do prefeito Rafael Greca (PMN).

Para muitos parlamentares, muito provavelmente, um único mandato.

Acerca do pacotaço

Os sindicatos elencam 5 motivos para ser contra as medidas de Greca:

1. O saque que o prefeito pretende fazer na previdência é ilegal e coloca em risco a aposentadoria dos servidores municipais;

2. Parecer da Assessoria Jurídica da Câmara Municipal, do Tribunal de Contas e do Ministério da Fazenda condenaram o saque por ser inconstitucional;

3. O prefeito quer aprovar os projetos na base do tratoraço, sem debate com a população. Até o Ministério Público recomendou que o regime de urgência fosse retirado;

4. O pacotaço congela salários e planos de carreira dos servidores, enquanto contratos com suspeita de superfaturamento permanecem protegidos; e

5. Mexe no bolso da população mais pobre, mas mantém altos salários para mais 440 cargos comissionados.

Leia também:

Tragédia anunciada: 4 mil PMs nesta terça para reprimir servidores em Curitiba

URGENTE: Justiça põe água no chope de Greca

Vereadores temem que “Fora Greca” contamine a Câmara

Compartilhe agora!