Vanessa Grazziotin ‘pega a estrada’ contra a reforma da previdência

A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) desembarca nesta quinta-feira (4), em Curitiba, onde, das 19h às 22h, participa de um seminário da União Brasileira das Mulheres (UBM) contra a reforma da previdência.

O seminário da UBM — Reforma da Previdência e o Impacto na Vida das Trabalhadoras e Trabalhadores será no Auditório do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná – Senge-PR (Rua Marechal Deodoro, 630, sala 2201, Edifício Itália, Centro, Curitiba). O evento é aberto ao público.

Abaixo, as informações da UBM-PR:

UBM-PR promove Reforma da Previdência e o Impacto na Vida das Trabalhadoras e Trabalhadores

A União Brasileira de Mulheres – Seção Paraná (UBM-PR) realiza nesta quinta-feira(4), das 19 às 22h, o Seminário: Reforma da Previdência e o Impacto na Vida das Trabalhadoras e Trabalhadores, com a participação da Senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB – AM)). A atividade acontece no Auditório do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná – Senge-PR (Rua Marechal Deodoro, 630, sala 2201 | Edifício Itália, Centro | Curitiba).

A senadora Vanessa é formada pela Universidade Federal do Amazonas, sendo a primeira farmacêutica no Senado do Brasil. Eleita deputada federal em 1998, reelegeu-se nas votações de 2002 e 2006. Integrou a CPI dos Medicamentos e participou do projeto que implantou o Sistema Nacional de Controle de Medicamentos. Elegeu-se senadora pelo Amazonas nas eleições gerais de 2010, cargo que ocupa atualmente. E é relatora da Comissão Parlamentar de Inquérito do Senado destinada a investigar denúncias nos julgamentos realizados pelo Conselho Administrativos de Recursos Fiscais (CARF) e é conselheira do Conselho Nacional de Diretos Humanos (CNDH) da Presidência da República.

Política para as mulheres – Como primeira Procuradora Especial da Mulher do Senado desde 2013, desenvolve junto com a bancada feminina no Congresso campanha permanente por mais mulheres na política. O resultado positivo foi a aprovação da minirreforma eleitoral (Lei 12.891/13), prevendo que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) promova campanha de incentivo às mulheres no período anterior às eleições, a ser veiculada nos meios de comunicação e em páginas institucionais.

A conquista mais recente da bancada feminina foi a inclusão na pauta do Plenário do Senado da Proposta de Emenda Constitucional (PEC nº98/2015), aprovada na Comissão Especial da Reforma Política, que garante reserva de cotas para gênero nos três níveis do Parlamento brasileiro, começando com 10% de cadeiras, para em seguida alcançar 12% e 16%, a exemplo de como acontece em grande parte das casas legislativas de outros países. A PEC está em análise na Câmara dos Deputados onde recebeu o número 134/2015.

O seminário tem apoio do Senge-PR e do Conselho Regional de Serviço Social – CRESS – 11ª Região.

Comentários encerrados.