Por Esmael Morais

URGENTE: Beto Richa retoma fechamento de escolas no Paraná

Publicado em 05/05/2017

Nem vamos entrar agora nos desvios de recursos investigados pela Operação Quadro Negro, envolvendo gentes do governo e da Assembleia Legislativa.

A comunidade escolar do Colégio Victor do Amaral, na região Sul de Curitiba, denuncia a implantação da “dualidade administrativa” como nova estratégia para fechamento de estabelecimentos de ensino. Ou seja, duas escolas viram apenas uma.

Richa planeja fechar até 200 escolas no estado, conforme registrou o Blog do Esmael no começo deste ano.

A ideia de fechar centenas de escolas não é nova. O governador Beto Richa tentou em 2015, mas a mobilização da sociedade foi mais forte. Retomou a macabra decisão no ano de 2016, mas recuou novamente diante da resistência. Agora, em 2017, ele põe em prática essa maldade contra o povo paranaense.

Na capital ainda estão na linha de tiro do governador Beto Richa os seguintes estabelecimentos tradicionais de ensino: Barão do Rio Branco, Professor Cleto, Tiradentes, Pio Lanteri, Dom Orione, D. Pedro II, dentre outros não menos importantes.

O Colégio Barão do Rio Branco, por exemplo, com 106 anos de atividade, será fechado a partir do ano que vem. A comunidade realiza um abaixo-assinado pedindo para que o governador Beto Richa reveja tal decisão da Secretaria de Estado da Educação.

Abaixo, leia a íntegra da denúncia de professores do Victor do Amaral:

Prezado Esmael,

A XXXXXXXXX e YYYYYYYY indicaram seu contato novamente para divulgarmos a situação do Colégio Dr Victor do Amaral, localizado na Rua Bom Jesus do Iguapé em Curitiba. Pedimos a gentileza de não expor nossos nomes!

O Governo do Estado do Paraná não tem mais recursos financeiros para pagar o aluguel do CEEBJA Maria Deon de Lira, que está sendo despejado. Diante deste fato estão colocando o CEEBJA nas dependências do Colégio Estadual Dr Victor do Amaral, promovendo uma DUALIDADE administrativa com estes estabelecimentos, que possuem concepções pedagógicas e demandas administrativas diferentes, sendo portanto uma ação imprópria, uma maracutaia, diga se de passagem.

Mas o diabo disso tudo é que os diretores estão sendo massa de manobra! A comunidade do Victor do amaral é totalmente contra esta ação arbitrária, não está sendo ouvida, muito menos respeitada. O Sr diretor está coagido pela SEED, não realizou assembleia convocando os pais, alunos, professores e comunidade para opinar sobre o assunto por ordem expressa da SEED, nem mesmo o conselho escolar está podendo convocar, pois se convocar a comunidade se posiciona contra a ditadura Beto Richa que com esta dualidade tende a fechar uma dessas escolas.

As coisas estão acontecendo na madrugada, tudo as escondidas e em silêncio, um novo método do Beto Richa, procurando assim fechar as escolas novamente!

Agradeço a atenção e me coloco a disposição para esclarecimentos, porem não posso expor meu nome!

Atenciosamente,

ZZZZZZZZZZZZZZZ