Senador chora em bate-boca sobre reforma trabalhista; assista ao vídeo

Um intenso bate-boca na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, presidida pelo senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), terminou em muito bate-boca, xingos de golpistas e palavras de ordem como Fora Temer.

A reunião que votaria o relatório do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) foi suspensa por causa das hostilidades entre os parlamentares.

Em vários momentos houve tensão, como aquele protagonizados entre os senadores Romero Jucá (PMDB-RR) e Otto Alencar (PSD-BA). O peemedebista ameaçou resolver críticas do colega baiano na “porrada”.

Na sequência, Renan Calheiros (PMDB-AL) fez um apelo para que a reforma da previdência fosse retirada da pauta porque estava sendo votada de forma unilateral.

A confusão ampliou-se depois que a senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) fez uma questão de ordem e a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) propôs que não fosse lido o relatório na CAE.

Por fim, a oposição impediu a reabertura de reunião da CAE para a leitura de relatório da PEC 38/2017, do senador Ricardo Ferraço, deve ficar para esta quarta-feira (24).

Comments are closed.