Por Esmael Morais

Rocha Loures “devolve” à PF mala com R$ 500 mil em propina

Publicado em 23/05/2017

A entrega da bufunfa ocorreu na sede da Polícia Federal de São Paulo.

De acordo com gravações de Joesley Batista, dono da JBS, Rocha Loures foi indicado pelo presidente Michel Temer para tratar de assuntos de interesse do grupo.

A PF tinha monitorado Rocha Loures saindo correndo com a mala recheada para pegar um táxi, em 28 de abril, num estacionamento de uma pizzaria de São Paulo.

O site Tijolaço informou que a mala com a propina pode ter viajado nas asas de um avião presidencial, cujos passageiros são dispensados dos “raios-X” obrigatórios nos aeroportos.

Portanto, a medida de Rocha Loures foi profilática uma vez que agentes federais poderiam localizar em poucas horas o paradeiro dos R$ 500 mil recebidos da JBS.

Também pesou o pedido de prisão do parlamentar afastado feito pelo procurador-geral da República Rodrigo Janot.