Diretas Já entra em debate na CCJ do Senado; acompanhe ao vivo

Publicado em 24 maio, 2017

O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) é o relator da PEC 67/2016, de autoria do senador José Reguffe (Sem Partido), que prevê eleições diretas em caso de vacância no último ano do período presidencial.

A PEC dá nova redação ao § 1º do art. 81 da Constituição Federal para determinar a realização de eleição direta aos cargos de Presidente e Vice-Presidente da República, na hipótese de vacância desses cargos nos três primeiros anos do mandato presidencial.

A proposta institui eleições direitas no prazo de 30 dias.

A Emenda das Diretas Já relatada por Lindbergh ganha vulto com a possibilidade de renúncia, cassação ou impeachment do ilegítimo Michel Temer (PMDB). Ele foi flagrado em gravações combinando propina para obstruir a Lava Jato, bem como um assessor foi preso e outro parlamentar ligado a ele foi filmado recebendo R$ 500 mil em propina da JBS.

Para respaldar a proposta das Diretas Já, cerca de 100 mil pessoas estão nesta quarta-feira (24) no #OcupaBrasília, no DF, defendendo o direito de escolher pelo voto direto o novo presidente da República para proteger os direitos dos trabalhadores.

A PEC 67/2016 é o último item da pauta, mas Lindbergh adiantou que vai propor a inversão da mesma para priorizar a análise das Diretas Já.

Quanto a Temer, ele negocia uma saída honrosa que não a prisão. É a luta dele: evitar a penitenciária nas masmorras de Curitiba.

Comments are closed.