Debandada no governo Temer

Depois de o PSDB anunciar a entrega todos os cargos que têm no governo Michel Temer, agora é a vez do PSB defender a imediata saída do ministro de Minas e Energia.

Os socialistas já vinha se estranhando na base governista por causa das reformas trabalhista e previdenciária, indicando voto contrário a esses dois temas no Congresso Nacional.

O PSB divulgou a seguinte nota na tarde desta quinta-feira (18):

Diante das graves denúncias contra o presidente da República e das informações veiculadas a partir da noite de ontem, o presidente do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Carlos Siqueira, defendeu a imediata entrega do cargo ocupado pelo deputado federal Fernando Coelho Filho, como ministro de Minas e Energia. Esta demanda é apresentada, mesmo que a indicação para tal cargo jamais tenha sido feita, reivindicada ou chancelada pela direção nacional, o que se justifica pelo fato de que o partido não pode admitir, que um de seus membros faça parte de um Governo antipopular que perdeu, por inteiro, sua legitimidade para governar o Brasil, afirmou o presidente do PSB.

Assessoria de Comunicação Digital /PSB Nacional

7 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Tipico dos covardes atearam o Brasil na lama no caos generalizado e agora abandonam o barco !!!

  2. Golpe sobre golpe… Aí tem os tentáculos do pt

  3. Quero ver essas ratazanas entregando os cargos de um por um … canalhas.

  4. a maioria dos parlamentares do PSB foi golpista. embalem o bebê Temer no berço a chorar.

  5. A Farsa a Jato fez o que pode em defesa deste grande gângster:

    https://caviaresquerda.blogspot.com.br/2017/05/a-republica-de-curitiba-ruiu.html

  6. Os ratos abandonam o navio a deriva … kkkkkkkkkkkkk … que beleza …