Veneri: Juiz que recebe auxílio-moradia de R$ 4,5 mil pode despejar centenas de famílias em Curitiba

Compartilhe agora!

O deputado estadual Tadeu Veneri (PT) lamenta que um juiz determinou 48 horas para 400 famílias desocuparem no bairro Sabará/CIC, região Sul de Curitiba.

O parlamentar visitou neste feriadão de Páscoa os moradores que lá vivem há 6 meses numa área ao lado de um aterro sanitário.

A ocupação recebeu a ordem de reintegração durante a semana passada, mas o movimento ainda não teve acesso à documentação.

O deputado explica que a resolução do problema depende agora de uma audiência com o prefeito Rafael Greca (PMN). “Prestamos nosso apoio a todas e todos da ocupação”.

A ex-vice-prefeita Mirian Gonçalves (PT) esteve discutindo com Greca, na semana que passou, a situação da ocupação.

No fim da gestão Gustavo Fruet (PDT), a vice assinou um decreto que declarando de utilidade pública a área de aproximadamente 210 mil m² com o objetivo de desapropriação para fins de habitação de interesse social. No entanto, o ex-prefeito não publicou a decisão de Mirian e ainda aguarda um desfecho.

Diante da iminente desocupação judicial, Tadeu Veneri reivindica auxílio-moradia de R$ 4,5 mil para as famílias em situação de despejo.

“Centenas de famílias que foram notificadas por um juiz para desocuparem a área em 48 horas. Será que elas têm direito ao auxílio-moradia de R$ 4,5 por mês?”, questionou o deputado do PT.

Compartilhe agora!

Comments are closed.