UGT 100% parada na greve geral

O sindicalista Paulo Rossi, presidente da União Geral dos Trabalhadores, seção Paraná, informa que a central que dirige vai parar 100% no próximo dia 28 de abril, durante a greve geral.

A ideia, segundo Rossi, é suspender as atividades no dia 28 de abril para demonstrar a importância do movimento sindical para a classe trabalhadora, que necessita de serviços de homologação, atendimento jurídico, assistencial, dentre outros.

O presidente da UGT-PR disse que os trabalhadores e trabalhadoras dos sindicatos estão sendo convocados a participar das manifestações de rua, que têm como objetivo lutar contra as propostas do governo federal de retirar direitos arduamente conquistados através das famigeradas reformas da Previdência e Trabalhista, assim como da lei de Terceirização, sancionada pelo presidente Michel Temer (PMDB).

Comentários encerrados.