Nassif vítima de ‘abuso de autoridade’ judicial

A escalada de violência contra jornalistas e blogueiros aumenta no país em tempos de Lava Jato e Estado de exceção.

A nova vítima do abuso de autoridade judicial é Luis Nassif, que relata no Jornal GGN a perseguição sofrida.

Nassif foi processado pela 4ª vez pelo ministro do STF Gilmar Mendes, que o persegue há anos, tal qual faz o juiz Sérgio Moro em relação Lula.

A tentativa de intimidar Nassif tem o mesmo modus operandi daquele episódio com o também jornalista e blogueiro Eduardo Guimarães, do Blog da Cidadania, que foi conduzido coercitivamente pelo juiz Moro devido à curiosidade sobre as fontes jornalísticas.

Não é de somenos a história do diretor adjunto da Secretaria de Saúde do Trabalhador da CUT do Rio de Janeiro, Roberto Ponciano, que foi intimado a depor na PF por criticar a Lava Jato.

Antes, porém, o petroleiro Emanuel Cancella, coordenador da Secretaria Geral do Sindipetro-RJ, fora processado pelo juiz Sérgio Moro por ásperas críticas à Lava Jato.

Por essa escalada contra a liberdade de expressão e abuso de autoridade de membros do judiciário, é imperiosa a aprovação do PLS 280/2016, relatado pelo senador Roberto Requião (PMDB-PR), que coíbe o agente público extrapolar suas funções.

O Blog do Esmael se solidariza com Luis Nassif, demais profissionais da imprensa livre e sindicalistas ameaçados pelo arbítrio nesses sombrios tempos.

Comentários encerrados.