Deu chabu nos 100 dias de Greca

Enquanto Beto Richa (PSDB) pajeava seu novo pupilo na TV Educativa do Paraná, o prefeito de São Paulo João Doria (PSDB), seu neoaliado Rafael Greca (PMN) enfrentava furiosos servidores públicos numa audiência pública nas regionais do Pinheiro e do CIC.

Digna de Fla-Flu, teve muito bate-boca entre manifestantes e o prefeito Greca na audiência que fazia o balanço de 100 dias de gestão.

O público formado majoritariamente de professores chamava o prefeito de “mentiroso”; Greca jurava não ser “mentiroso”; enfim, há quem diga que o clássico terminou em empate.

Voltemos os olhos a São Paulo.

No conforto do Centro Cívico, Richa assistia à entrevista de Doria; ao mesmo tempo, Greca berrava para ser ouvido pelo funcionalismo.

Foi pela TV estatal que os curitibanos souberam na noite desta segunda-feira (10) as realizações de Doria nos 100 primeiros dias de gestão e que o ex-governador Jaime Lerner é o mais novo contratado pelo prefeito paulistano.

Greca não perdoa o descaso de Beto Richa com a capital paranaense. Promete troco em breve.

O diabo é que a agonia de Rafael Greca tende a durar mais 40 dias, prazo previsto para a tramitação do pacote de maldades.

Por outro lado, os sindicatos municipais prometem greve total nos serviços públicos a partir do dia 18 de abril.

Comentários encerrados.