Temer promete reforma da previdência na ‘porrada’

O presidente da Câmara Rodrigo Maia (DEM-RJ) torceu o nariz para o anúncio de greve geral, no dia 28 de abril, pelas oito centrais sindicais, e garantiu a empresários que as reformas da previdência e trabalhista serão votadas em maio.

Na prática, Maia disse em evento na Confederação Nacional da Indústria (CNI) que o ilegítimo Michel Temer (PMDB) retirará direitos dos trabalhadores na ‘porrada’.

O diabo é que o presidente da Câmara tem um lado, que é contra os trabalhadores. Ele jamais participaria de um evento com os sindicatos obreiros, pois é alinhado na condição de sabujo do capital ora produtivo, ora especulativo.

O presidente do Senado Eunício Oliveira (PMDB-CE) também foi ao beija-mão na CNI.

Comentários encerrados.