Por Esmael Morais

Escarra nessa boca que te beija

Publicado em 23/03/2017

Samek, o mais longevo petista no governo federal, que durou 14 anos, entregará oficialmente o cargo às 11 horas em evento no Museu Oscar Niemeyer, em Curitiba.

O curioso nisso tudo é que Beto Richa condecorou Jorge Samek em dezembro passado com a Ordem do Pinheiro, a mais alta honraria do Paraná, e depois começou a conspirar para derrubá-lo de Itaipu e emplacar seu correligionário e ex-presidente da Copel Luiz Fernando Leone Vianna.

Por conta dessa “chifrada” pós-condecoração, o ex-diretor-geral da Itaipu vai declamar na solenidade de posse dos tucanos o poema “Versos Íntimos”, de Augusto dos Anjos, cuja passagem mais conhecida é “escarra nessa boca que te beija”.

Abaixo, a poesia:

Versos Íntimos

Augusto dos Anjos

Vês! Ninguém assistiu ao formidável
Enterro de tua última quimera.
Somente a Ingratidão – esta pantera –
Foi tua companheira inseparável!

Acostuma-te à lama que te espera!
O Homem, que, nesta terra miserável,
Mora, entre feras, sente inevitável
Necessidade de também ser fera.

Toma um fósforo. Acende teu cigarro!
O beijo, amigo, é a véspera do escarro,
A mão que afaga é a mesma que apedreja.

Se a alguém causa inda pena a tua chaga,
Apedreja essa mão vil que te afaga,
Escarra nessa boca que te beija!