Em nota, deputado afirma que Kátia Abreu ‘mente’ sobre Carne Fraca

Compartilhe agora!

O deputado Sérgio Souza (PMDB-PR), em nota, afirmou nesta quarta-feira (22) que a ex-ministra e senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) mentiu ao dizer que ele pressionou pela indicação do ex-superintendente da Agricultura no Paraná, Daniel Gonçalves, preso pela Operação Carne Fraca.

“Aliás, é necessário esclarecer que a então ministra Kátia Abreu foi quem pressionou para votar contra o impeachment da ex-presidente Dilma”, acusou o parlamentar.

Kátia Abreu, em entrevista ao jornalista Josias de Souza, apontou na segunda-feira (20) o envolvimento do ministro da Justiça Osmar Serraglio (PMDB-PR) e do deputado Sérgio Souza na Carne Fraca.

A seguir, leia a íntegra da nota de esclarecimento:

Nota de esclarecimento do deputado Sérgio Souza

Diante das notícias e afirmações infundadas que têm sido veiculadas nos últimos dias, e na condição de parlamentar eleito pelos paranaenses, me sinto na obrigação de esclarecer:​

– A pessoa de Daniel Gonçalves foi indicado pela bancada do PMDB do Paraná.

– Por se tratar de mera indicação, compete ao Ministro (a) da Agricultura efetuar ou não a nomeação.

– Sobre a assertiva da ex-ministra Kátia Abreu de que teria sofrido pressão dos deputados para nomear o sr. Daniel Gonçalves, quem conhece a ministra sabe que ela não é de aceitar e muito menos ceder às pressões. Aliás, é necessário esclarecer que a então ministra Kátia Abreu foi quem pressionou para votar contra o impeachment da ex-presidente Dilma;

– O trabalho da assessoria parlamentar compreende o acompanhamento de processos em órgãos do Governo Federal. Eventuais desvios de conduta, que foram apontados pela Operação Carne Fraca, deverão ser apurados e os envolvidos terão de prestar os devidos esclarecimentos.

Brasília, 22.03.2017
Deputado Federal Sérgio Souza

Compartilhe agora!

Comments are closed.