Assembleia estuda aprovar o Fora Richa

A APP-Sindicato realizará assembleia da categoria na manhã deste sábado (18) num contexto em que Beto Richa (PSDB) perdeu completamente a capacidade de governar o Paraná. A gota d’água foi a entrada do tucano nas investigações da Lava Jato.

Além de delatado por receber propina da Odebrecht, Beto Richa ainda está sendo investigado pelo STJ em esquema de corrupção na Receita Estadual e pela Justiça Federal em virtude de desvio de R$ 50 milhões da construção de escolas (Operação Quadro Negro).

“Com três investigações, Beto Richa já pode pedir música no Fantástico”, ironizou Luiz Fernando Rodrigues, secretário de Comunicação da APP-Sindicato.

Mas o que agrava a situação ao ponto de os educadores estudarem a aprovação do Fora Richa? Ora, mais do que a perda da capacidade moral, Richa as capacidades política e administrativa ao voltar atrás de acordos celebrados com os servidores públicos e, especificamente, perseguir os profissionais do magistério paranaense.

A ideia inicial a ser estudada pela assembleia consistiria em dar um passo adiante de uma mera palavra de ordem protocolando um pedido de impeachment do governador do PSDB. Portanto, teria uma consequência jurídica.

Ou seja, o Fora Richa seria mais um molho da assembleia dos educadores que decidirão se continuam ou não a greve iniciada nesta quarta (15) com 90% de adesão em todo o estado.

“A assembleia terá o caráter avaliativo. Democraticamente queremos que a categoria participe e dê sua opinião sobre a greve. Por isso a convocação dos educadores “, afirma Hermes Silva Leão, presidente da APP-Sindicato.

Fotos: Thea Tavares

Abaixo, leia a íntegra do calendário da APP-Sindicato:

Atividades da greve

_Quinta(16) e Sexta (17): _

– Visitas às escolas que ainda funcionam para chamamento dos educadores que ainda estão trabalhando;
– Ações com deputados federais para buscar apoio na luta contra a reforma da previdência;
– Aula pública sobre previdência na Tenda da APP (em frente ao Palácio Iguaçu) – 14h

Sexta (17)
– indicação de reuniões dos comandos regionais de greve para avaliação pela manhã
– 14h: nova reunião do comando estadual

Sábado (18)
– Assembleia estadual em Curitiba, às 8h30 (local a definir).

Comentários encerrados.