Por Esmael Morais

PT vai declarar guerra a Greca

Publicado em 02/02/2017

A agremiação buscará interferir nas linhas administrativa que considerar nocivas aos interesses dos curitibanos.

Contra Greca, o PT atuará em três eixos centrais: 1- judicialização; 2- mobilização partidária; e 3- mobilização de segmentos sociais.

Os petistas deverão preparar as primeiras ações judiciais contra a Aifu (Ação Integrada de Fiscalização Urbana), que eles consideram uma agressão contra a juventude; e contra o aumento da tarifa de ônibus, que pode chegar a R$ 4,60.

O PT de Curitiba avisa que uniu todas as tribos internas e promete, após a eleição do novo diretório municipal, não dar trégua um dia sequer ao prefeito Rafael Greca.

O nome mais cotado para presidir a legenda na capital paranaense é o deputado estadual Tadeu Veneri.