Há civilidade na política

O abraço fraternal que FHC deu em Lula, hoje (2), no Sírio-Libanês, em SP, é prova de que ainda há um pouco de civilidade na política.

O tucano foi recebido pelo petista na ocasião da confirmação da morte cerebral de Dona Marisa Letícia.

O gesto foi mais humano que político, fundamental para desarmar a onda de ódio nas redes sociais — um território bastante habitado por fascistas e imbecis (by Umberto Eco).

A trégua momentânea — prevista até na Convenção de Genebra de 1949 — não significa, contudo, que os golpistas irão arrefecer, pois eles continuam a mirar 2018.

Comentários encerrados.