Desalmada, “Justiça” confirma tarifa de ônibus mais cara do país em Curitiba

Como previsto, o desembargador Leonel Cunha, do Tribunal de Justiça do Paraná, concedeu liminar nesta quinta (16) autorizando a Prefeitura de Curitiba aumentar a tarifa de ônibus para R$ 4,25.

A decisão do magistrado anula a posição do Tribunal de Contas do Estado, que, também hoje, reduziu o preço da passagem para R$ 3,70.

O conselheiro do TCE Ivan Bonilha, relator da demanda, disse que faltou transparência ao prefeito Rafael Greca (PMN) na majoração do preço do ônibus na capital paranaense.

Indiferente à opinião do órgão de contas e desalmado, o TJPR confirmou a tarifa mais cara do país em Curitiba ao autorizar o índice de 15%.

A Prefeitura alega que se antecipou com o aumento visando fazer caixa para enfrentar o reajuste da “tarifa técnica”, que pode chegar a R$ 4,31, segundo a URBS, após o acordo coletivo com motoristas e cobradores no fim deste mês.

Resumo da ópera: não estranhe o usuário de ônibus se houver um novo aumento da tarifa depois do Carnaval, pois os empresários reivindicam R$ 4,57.

Comentários encerrados.