Até tu, Deltan? Câmara suspeita de fraude nas 10 medidas contra a corrupção

Que tal essa? O Congresso Nacional suspeita que as duas milhões de assinaturas das 10 medidas contra a corrupção foram coletadas de forma fraudulenta, isto é, compradas em banquinhas de camelôs em São Paulo.

Quem primeiro levantou essa lebre foi o ministro do STF Gilmar Mendes na audiência no Senado em 1º de dezembro passado.

“Com todo o respeito, precisamos olhar com atenção também os projetos de iniciativa popular. Hoje, frequento muito São Paulo e aprendi que quem contrata o Sindicato dos Camelôs, em uma semana, consegue 300 mil assinaturas. Portanto, não vamos canonizar iniciativas populares”, disparou o magistrado da corte máxima fitando o juiz Sérgio Moro.

A suspeita de que houve cabritagem na proposição de Deltan Dallagnol, considerado ideólogo da Lava Jato, se confirma com a disposição da Câmara conferir cada uma das duas milhões de assinaturas na lei de iniciativa popular.

Será que até a Lava Jato falsificou assinaturas? Meu Deus do céu, seria o fim dos mundos!!

Vamos aguardar e conferir o desfecho dessa novela.

A Lava Jato contratou uma agência de propaganda, do Paraná, a OpusMútipla, para acelerar a tramitação da lei sobre abuso de autoridade.

Resumo da ópera: os deputados não dariam um “cheque em branco” para o procurador Dallagnol.

12 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Inveja mata…Deltan está de parabéns.

  2. Nas bancas de camelôs em S.Paulo é possível comprar até CNPJ’s.

  3. Esse mesmo Dalanhól Deltam comprou apartamento do Minha Casa Minha Vida, que é um projeto destinado a pessoas de baixa renda, sendo que o santinho aí recebe um salário altíssimo e que é pago por nós!!!!!!!!!!!!

  4. E mesmo assim, não vai dar em nada, ou alguém acha que os políticos vão deixar passar algo que vai ferrar com eles. Já esta tudo no esquema, só pra diazer que o povo ainda palpita alguma coisa.

  5. Santo do pau oco!

  6. Lembro onde assinei. Estava na Oktoberfest em Blumenau, estavam colhendo assinaturas e a fila era imensa para assinar. E nem ganhei um chopp para isso. O presidente da câmara dos deputados é expert em falcatruas, deve achar que todos são iguais a ele.

    • A ‘unica coisa que bebado faz bem, ‘e merda. Assinar a perda dos direitos fundamentais como o direito a defesa? A obrigaç~ao de provas para poder condenar? Tem que ser cria de corno mesmo.

  7. Infelizmente e, para quem opera com o Direito (dos livros, das faculdades, do dia a dia) a Lava-Jato é um escarnio. Pudéssemos ter milhares de operações nesse sentido, o do combate a corrupção, contudo, parece que existe tão somente um juiz e meia dúzia de delegados, bem como outra meia dúzia de procuradores. Mas, não é assim … provas forjadas, grampos ilegais, juiz inquisidor, delações forçadas, tudo na mais perfeita “legalidade” … e desde o início dessas tais coletas de assinaturas, juristas renomados já davam conta de que, das “10” medidas, que não são dez mas sim mais de dez, 80% são inconstitucionais … vai contra o mundo e nossa constituição … difícil acreditar que esse pessoal realmente tenha como visão, a lei e o ordenamento jurídico pátrio …

    Pra quem é da roda dos escarnecedores, da turma do despeito, da turma da balbúrdia, da turma da vingança (claro que dependendo de quem é o acusado) é um prato cheio … a turba imbecilizada e seus patos, agradece …

  8. Devem ter coletadas “assinaturas” nos gabinetes de vereadores e deputados coxinhas do psdb dem pps e cia, quando foi criado o partido rede 18 tinha um vereador de são josé dos pinhais que chegou seu de moral com aproximadamente 2 mil assinaturas de apoio e quase a totalidade eram falsas com a mesma caligrafia de seus assessores foi uma vergonha e quase deu Bo no TRE.

  9. Não sei se coletaram assinaturas em bancas de camelôs, mas nas igrejas evangélicas sim. Pastores que simplesmente mandavam seus humildes fiéis assinar a lista sem nem saber do que se tratava, além do marketing do próprio Deltan. Um fato muito estranho partindo de um membro do MPF, que é pago com dinheiro público, para exercer outras funções.

  10. Tudo que sai da Farsa a Jato, e, especialmente deste pastor mauricinho, coxinha e tucano, fantasiado de procurador, tem algo ilegal por trás. Agora o MP quer esconder seus estratosféricos salários:

    http://justificando.cartacapital.com.br/2017/02/17/mp-sp-propoe-manobra-para-evitar-publicizacao-de-supersalarios/