Por Esmael Morais

A Lava Jato matou Marisa Letícia?

Publicado em 02/02/2017

Para o deputado petista, o falecimento da mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Marisa Letícia, que teve morte cerebral confirmada nesta quinta-feira (2), se deve, em parte, a “toda a pressão que ela sofreu, que a família do presidente Lula vem sofrendo, a perseguição da Operação Lava Jato, a tentativa interminável de imputar crimes ao presidente, aos seus familiares. É evidente que isso levou a uma tensão que desaguou nesta situação”.

Zarattini também destacou que Dona Marisa “não foi apenas uma primeira-dama, foi militante do PT, do povo brasileiro que participou nos últimos 40 anos de todas as lutas do povo brasileiro”.

Segundo Zarattini, “foi demonstrado mais uma vez que esta operação é uma operação sem critérios, que ataca, com o argumento de combater a corrupção, que faz uma perseguição política ao presidente Lula e toda sua família só com o objetivo de tentar desmoralizá-lo e impedir que ele possa voltar a ser candidato numa nova eleição”.

O parlamentar também destacou que Dona Marisa Letícia exerceu um papel que transcendeu o posto de primeira-dama. “Ela não foi apenas uma primeira-dama, foi militante do PT , do povo brasileiro que participou nos últimos 40 anos de todas as lutas do povo brasileiro Então lamentamos e estamos solidários com o ex-presidente Lula neste momento”.

Com informações do Brasil 247