Por Esmael Morais

Requião reclama de censura e ataque covarde da mídia comercial

Publicado em 03/12/2016

“Para a mídia comercial eu sou Woldemort, o inominável. Mas com exação exerço meu mandato popular”, tuitou.

Se não lhe dá espaço, por outro lado, Requião é vítima de ataques sem dó nem piedade da velha mídia.

Segundo o parlamentar, o comentarista Arnaldo Jabor o agrediu covardemente pelos microfones da Rádio CBN.

“O decrépito Jabor me agride na CBN. Isto não me desvia um milímetro da responsabilidade com a democracia. Para o decrépito, um bom processo”, reagiu Requião.

Para o senador, o nível de boçalidade e ignorância dos que defendem o abuso de poder “mostra que este câncer fascista deve ser rapidamente extirpado do país!

Enquanto a irresponsabilidade boçal de um Jabor me aborrece, contribuições lúcidas de juízes e promotores de todo o pais me encantam. Há vida inteligente no Brasil”, completou o senador.

Na próxima terça (6), o plenário do Senado deverá votar o PLS 280/2016.