Mídia repete 1964 e pede repressão a movimentos pelas Diretas Já