Renan cancela sessão após vencer Supremo

renan_calheirosO senador Renan Calheiros (PMDB-AL) conseguiu nesta quarta (7) dobrar os joelhos do Supremo Tribunal Federal. Após derrubar a liminar que pedia seu afastamento da presidência do Senado, o Rei do Brasil cancelou a sessão deliberativa para as 10h desta quinta (8).

Além de comemorar a vitória sobre o Supremo, Renan também precisa de tempo para reorganizar a pauta de votações.

É importante destacar que um grupo de parlamentares liderados pelo senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) reuniu hoje assinaturas para retirar a urgência no projeto de abuso de autoridade. O texto pode ter sido usado como “moeda de troca” por Renan — em nome do próprio couro — com os ministros do STF.

Também corre risco, se já não foi para o saco, a discussão sobre o teto salarial acima do teto constitucional. Por questões óbvias, os magistrados são contra a limitação dos ganhos deles conforme previsão legal.

Moral da história: o Supremo não suportou um peitaço de Renan.

Comentários encerrados.