Quem garante que a PEC 55 não é mais uma lei vendida pela troika do PMDB?

juca_pec55O recebimento de propina pela troika peemedebista no Senado — Renan Calheiros, Eunício Oliveira e Romero Jucá — é o batão na cueca que faltava para a cassação de ambos. Resta saber quem vai colocar o guizo na gatarada, isto é, pedir a abertura no Conselho de Ética.

A delação do executivo da Odebrecht Claudio Melo Filho ilustrou com riqueza de detalhes o propinoduto que era comandado pela troika no Senado. Segundo os relatos, o núcleo comandado por “Caju” — que é Jucá invertido — teria recebido R$ 22 milhões da empreiteira.

Reportagem do Jornal Nacional, da Globo, mostrou nesta sexta (10) trechos da delação em que a Odebrecht revela que comprava leis, Medidas Provisórias, etc.

Se a os senadores “venderam” leis para atender os interesses privados da empreiteira, com certeza, também o fizeram ou estão a fazer em relação a outras companhias.

Quem garante que a votação da PEC 55 não seja mais uma lei que está sendo vendida no balcão do Senado da República?

Quem coloca a mão do fogo pela reforma da previdência cujo resultado atenderá aos interesses de bancos privados?

Mais uma vez: quem colocará o guizo na gatarada, já que o Supremo se mostrou frágil e sócio na sacanagem contra o povo?

Em maio deste ano, antes de consumado o golpe no Senado, Roberto Requião (PMDB-PR) deu pistas para o procurador-geral da República Rodrigo Janot caso ele quisesse “realmente” combater a corrupção.

“No Water Gate se seguia o dinheiro, no Congresso brasileiro basta seguir o jabuti”, orientou Requião.

Na prática, o senador “desenhou” o esquema de corrupção para facilitar a vida de Janot:

“Quem quer conhecer a corrupção no Congresso procura o relator da MP e quem foi o relator e o beneficiário do jabuti. Simples assim!”.

Portanto, diante da delação da Odebrecht, que confirmou a compra e venda de leis, o Senado fica em suspeição e sem condições morais de vender, digo, votar a PEC 55, que congela investimentos na saúde e na educação pelos próximos 20 anos.

7 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Depois de tudo o que está sendo descoberto precisam mais de garantia?

  2. E os paneleiros silenciaram porquê? Por vergonha, não é, eles não teem vergonha na cara. Então é por conivência e mal caratismo.

  3. Movimento :
    “Rebeldes do Paraná ”
    Documentário que retrata hoje procurador, advogado, dando seus depoimentos que em 1992 participaram do Movimento contra os abusos da PUC, Paraná. Legítimo.
    Está no YouTube.
    Parabéns, jovens sempre. O Brasil está tomando um ácido e pedindo a forca. Foi capa da Gazeta. Muito parecido com o movimento dos jovens de agora. Naquela época havia apoio do povo pós -ditadura. O documentário foi gravado antes do governo ilegítimo.

  4. Essa Globo é imunda. Felizmente aprendi a reconhecer as manipulações dela desde os catorze anos. Meu pai nunca foi analfabeto político. Até os cara pintadas saíram às ruas por causa da Rede Bobo, vide a minissérie Anos Rebeldes. Eles quiseram tirar o Caçador de marajás Collor.RS. O mesmo que eles colocaram no poder. Os escândalos e o ego desmedido do fulano entraram em confronto com eles. Vi o “show ” produzido pela TV sentada .Não vou às manifestações que servem à essa maldita emissora. Vide a descarada edição do debate de Lula e Collor, editada por ela. Boni o pai, assumiu isso anos mais tarde.

  5. a lei da refórma da previdência também póde estar sendo vendida á grandes bancos.pois a globo e toda a midia golpista estâo noticiando que a procura por plano de previdência privada está aumento.isto ocorre devido ao anuncio das novas regras para sê aposentar.na verdade eles querem privatizar a saúde e a educação e a segurança e a previdênvia.quando o bicho pegar no brasil eles vão morar em miami.pois recebem bilhões em propinas no exterior.

  6. BRASIL UM PAÍS DE CONTRASTES

    Sabe que às vezes penso que temos três Brasis…
    O primeiro é aquele dos gringos – Praia, carnaval, futebol, índio, Floresta Amazônica.
    O segundo é aquele dos discursos políticos: Bilhões investidos na saúde, bilhões investidos na segurança, bilhões investidos na agricultura, bilhões investidos na educação…
    Más é do terceiro Brasil, que desejo falar:
    O Brasil dos que amanhecem em frente aos postos de saúde e laboratórios para conseguirem uma consulta médica, dos velhos que morrem sem conseguirem se aposentar, dos pais que veem seus filhos crescerem com vontade de estudar, mas sabem que jamais conseguirão pagar uma faculdade para eles.
    O país onde apesar de construirmos a maior hidroelétrica do mundo, o preço da energia nunca abaixa, apesar construirmos enormes plataformas de petróleo no mar e termos carros movidos a álcool, o preço do combustível nunca abaixa.
    O país onde todo ano se anuncia safra recorde, mas mesmo assim, muita gente ainda não tem o que por no prato.
    O país onde as pessoas de bem se trancam nas casas e os traficantes dançam livremente com fuzis pelas ruas.
    O país onde se monta um negócio e vai-se a falência de tanto pagar impostos.
    O país das campanhas políticas milionárias, dos mensalões (palavra nem existe no dicionário), do tráfico de influencia no governo, das altas somas remetidas para o exterior, do dinheiro carregado em malas e na cueca, da C.P.I da pilantragem.
    Desculpem o trocadilho e o desabafo, mas o terceiro Brasil é o país dos contrastes, governado por Políticos Trastes…

    • Muito boa as colocações, gostaria de frisar este país precisa de um movimento para retirada desta corja de sugadores independente de cor partidária, idade entre outros meios a que escondem e falam que estão defendendo o povo. Como é esta defesa? se pensam assim é muito cara não precisamos de quem nos auxilie andamos com nossos esforços.

      Estou querendo ver a justiça e os movimentos anti corrupção se são verdadeiros ou apenas pessoas utilizadas como massa de manobra.