‘Moro perdeu a imparcialidade’

moro_campanha_parcial“Somos todos Sérgio Moro. Todos os tucanos, claro”. Eis a proposta de campanha em outdoors, sugerida ao PT nas redes sociais, que denuncia a perda de imparcialidade do juiz federal Sérgio Moro.

A foto do material de propaganda é a mesma da premiação “Homem do Ano de 2016”, da IstoÉ, que tanto alvoroço ainda causa na internet.

O material corrobora a tese do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva segunda qual Moro de viola o princípio da imparcialidade do juiz.

A Declaração Universal de Direitos dos Homens, em seu artigo 10º, assim dispõe: “Toda pessoa tem direito, em plena igualdade, a uma audiência justa e pública por parte de um tribunal independente e imparcial, para decidir de seus direitos e deveres ou do fundamento de qualquer acusação criminal contra ele”.

Para a defesa do petista, a aproximação do julgador com o PSDB o faz um militante tucano que “viola não apenas a legislação processual, mas a garantia de um processo justo, garantia essa assegurada pela Constituição Federal e pelos Tratados Internacionais que o Brasil se obrigou a cumprir”.

Comentários encerrados.