Wagner Moura: “Não há dúvida que o Brasil vive uma estado de exceção”

O ator Wagner Moura se solidarizou esta sexta (4) com o MST, após o desastroso ataque da Polícia Civil na Escola Nacional Florestan Fernandes, em Guararema, São Paulo.

“Não há dúvida que o Brasil vive uma estado de exceção”, declarou o ator.

Mais cedo, o MST divulgou nota denunciando a arbitrariedade da ação policialesca na escola ENFF.

Repercussão internacional

Na Itália, o III Encontro Mundial dos Movimentos Populares em Diálogo com Papa Francisco aprovou uma moção de solidariedade ao MST e de denúncia da ruptura democrática e criminalização dos movimentos sociais no Brasil.

O encontro tem presença de 67 países. O documento será entregue amanhã ao Papa Francisco.

wagner-narcos

Comments are closed.