Lula abre fogo pesado contra Moro: ‘ele tem pacto diabólico com a mídia’

Publicado em 10 novembro, 2016
Compartilhe agora!

lula_moroO ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em discurso de meia hora, na noite desta quinta (10), abriu fogo pesado contra o juiz Sérgio Moro e a força-tarefa Lava Jato durante lançamento da campanha “Por um Brasil Justo pra Todos e pra Lula”.

Ele começou a discursar por volta das 21h20, quando fuzilou a Lava Jato dizendo que faz mal para o Brasil e para as instituições democráticas como a Polícia Federal e Ministério Público.

“Há um pacto diabólico entre a mídia e a Lava Jato”, disse Lula, sem, no entanto, citar nominalmente Moro.

“Eu acuso a Lava Jato. Eles têm que provar sua inocência. Se eles estão acostumados a tratar com políticos com medo, mas mexeram com a pessoa errada”, desafiou.

O ex-presidente também não poupou a mídia que, segundo ele, faz qualquer coisa em troca do sucesso imediato. Lula lembrou do caso da “Escola de Base”, em São Paulo, e de prisões injusta de companheiros que foram absolvidos ao final do processo.

“Me disponho ao papel de cobaia aos acusadores, mas a única coisa que eu quero: uma prova concreta. Eu não aceito a ideia que a convicção deles valha como prova porque se eu disser a convicção deles [Lava Jato]…”, cobrou Lula.

O petista disse ainda que o ato realizado esta noite foi para defender a democracia “contra as agressões que vem sofrendo nesse país” e a perda de direitos dos trabalhadores e da sociedade.

“Historicamente para combater a democracia, toda vez, eles alegam corrupção. Mexeram com a pessoa errada. Eu vou lutar com vocês até provar a minha inocência”, avisou.

Lula elogiou o movimento estudantil que ocupa escolas e universidades em todo o país. “Se preocupem com essa meninada, que está lutando pelo ensino médio de melhor qualidade. Cuidem deles, que são o futuro”, recomendou.

O evento foi encerrado às 22h.

Abaixo, assista ao vídeo com o ato (inicia aos 37 segundos):

Compartilhe agora!

Comments are closed.