Liminar da Justiça suspende calote de Beto Richa nos servidores do Paraná

Publicado em 22 novembro, 2016
Compartilhe agora!

bancada_oposicao_alepO deputado Requião Filho (PMDB), líder da oposição na Assembleia Legislativa, informou que o Tribunal de Justiça do Paraná concedeu liminar suspendendo a votação na sessão de hoje (22) que oficializaria o calote do governador Beto Richa (PSDB) na data-base de 300 mil servidores públicos.

Ouça o áudio

Download do áudio

O desembargador Jorge Vargas deferiu o pedido de liminar bom base na jurisprudência do Supremo Tribunal Federal, informou o líder da oposição.

De acordo com a oposição, o calote de Richa vai contra jurisprudência estabelecida pelo STF, que reconhece a existência de direito adquirido a reajuste previsto em lei para servidores estaduais. Em decisão de 31 de março, os ministros do STF reconheceram a existência de direito adquirido a reajustes previstos em lei e estabeleceram que a suspensão dos pagamentos consiste em nítida ofensa à irredutibilidade de vencimento dos servidores.

Compartilhe agora!

Comments are closed.