Por Esmael Morais

‘Juiz que recebe supersalário também é corrupto’, diz senadora Kátia Abreu

Publicado em 19/11/2016

“Receber o salário indevido também é corrupção”, disse a parlamentar que sustenta que é preciso enfrentar o corporativismo das entidades representativas do Judiciário, que alegam ser alvo de retaliação.

A senadora afirmou ainda na entrevista que fará um pente-fino nos chamados supersalários nos Três Poderes e já adiantou que promoverá um “desmanche” de permissões feitas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), as quais pagamento de aumentos salariais em cascata a magistrados toda vez que há reajuste dos vencimentos dos ministros do Supremo Tribunal Federal.

Kátia Abreu sinalizou que acabará com o que ela considera uma farra do judiciário.

“É preciso regulamentação do que é salário e o que é verba indenizatória, como o auxílio- moradia, creche, alimentação, transporte, mudanças. A Constituição já diz que tudo isso deve entrar no teto”, afirmou.