Por Esmael Morais

Deputado absolvido por violência contra ex-noiva sugere modificar Lei Maria da Penha; assista

Publicado em 10/11/2016

A Lei 11.340/2006 foi sancionada pelo então presidente Lula com o intuito de proteger as mulheres da agressão familiar e doméstica.

Segundo o parlamentar, a lei é boa mas precisa sofrer “alguns aprimoramentos” para que as mulheres não a utilizem para “tirar proveito, recursos financeiros e extorquir as pessoas”. “E é isso que aconteceu comigo”, relatou.

No final de outubro, Bertoldi deixou a prisão — onde cumpriu pena por 9 meses — sob a acusação de agredir a ex-noiva Tatiana Bittencourt.

1º suplente na Câmara, ao ser absolvido pela Justiça, Bertoldi voou à Brasília para assumir a cadeira de deputado que estava ocupada pelo segundo suplente Paulo Martins (PSDB).

A defesa de Bertoldi coube ao advogado criminalista Claudio Dalledone Júnior, que, nos últimos dias, ao defender seu cliente em grupos de WhatsApp, disse que a “esquerda é punitiva” contra os homens mesmo quando eles são inocentes.

bertoldi_maria_penha