Ao vivo: ALEP recebe liminar suspendendo calote de Beto Richa

alep_vivo

A “Bancada do Camburão” foi salva pelo gongo, isto é, pelo Tribunal de Justiça do Paraná.

Os parlamentares governistas resistiam ir para o cadafalso em nome do governador Beto Richa (PSDB), que não se cansa de retirar direitos dos servidores públicos.

Receosa, a Bancada do Camburão tinha solicitado proteção especial da PM para a sessão de hoje. Não foi preciso usá-la, graças à liminar do desembargador Jorge Vargas.

Na tarde desta terça (22), a ALEP deverá ser notificada da suspensão da votação do calote na data-base dos servidores públicos. Com isso, Richa terá de pagar o que deve ao funcionalismo em janeiro de 2017. Assista ao vivo:

Comentários encerrados.