Governo Temer deu sua “contribuição” para a tragédia com o avião da Chapecoense