Universidades deflagram greve da educação contra Beto Richa já na segunda-feira

richa_greve_universidadesO governador Beto Richa (PSDB) terá de lidar com greve pipocando contra ele já na próxima segunda-feira, dia 10, quando docentes das universidades estaduais paralisam as atividades por tempo indeterminado. Ao todo, o ensino superior público do estado conta com cerca de 100 mil alunos e 8 mil professores.

Os sindicatos filiados ao ANDES S/N em Cascavel e Ponta Grossa decidiram antecipar a luta contra a revogação da lei 18.493, que suspende a reposição da inflação deste ano na data-base em janeiro de 2017.

As assembleias realizadas ontem (6) consideram que a proposta do governo se trata de um verdadeiro ataque ao funcionalismo, já que retira a obrigação do estado de repor as perdas inflacionarias anualmente.

“Isso é muito grave, a lei da reposição era uma conquista da categoria que vinha sendo cumprida pelos governos desde 2007. Beto Richa acaba com isso e gera uma instabilidade de que a cada ano será preciso brigar pela reposição salarial” avalia o professor da UNIOESTE, Luiz Fernando Reis.

Como efeito imediato, a reposição da inflação de 2016, prevista para ser paga em janeiro de 2017, não seria cumprida conforme a lei. “Não se trata de uma negociação entre os sindicatos e o governo, mas sim de um compromisso do governo com a lei. O não pagamento da reposição agrava o quadro de desmonte das Universidades Estaduais” informa Luiz Fernando.

Na UNIOESTE a greve começa a partir da próxima segunda-feira (10). Na UEPG a greve docente começa na próxima quinta-feira (13). A UEM realiza assembleia na próxima segunda-feira (10) e pode entrar em greve na quinta-feira (14). A UNESPAR realiza assembleia na próxima quinta-feira (13) e a UNICENTRO reúne seus docentes no próximo dia 18.

Os profissionais da educação básica, representados pela APP-Sindicato, no entanto, só entrarão em greve no dia 17 de outubro. Eles ainda farão uma assembleia geral da categoria na quarta, dia 12, para iniciar o movimento paredista.

40 Comentários

Os comentários não representam a opinião do Blog do Esmael; a responsabilidade é do autor da mensagem, sujeito à legislação brasileira.

  1. Eu tenho uma dúvida, que talvez se sanada explicasse muita coisa. Alguém sabe responder quanto custa, em média, cada aluno da rede pública no ensino fundamental, médio e superior?

  2. Virou festa para os políticos, com o apoio do povo ignorante!

  3. Este atitude do governador de criar uma lei estadual para não pagar as perdas inflacionárias referentes aos salários do funcionalismo em janeiro de 2017 tem a ver com a PEC 241 do Teto dos Gastos, aprovada em primeiro turno na Câmara dos Deputados em Brasília, nesta semana. Pouca gente sabe disso.Faz parte do plano de Temer com os Governadores dos Estados.Pouca gente sabe disso, e ,ficam botando a culpa em PT e PSDB,Nada tem a ver com partidos.Tem a ver com a crise brasileira.A coisa é bem mais séria.

  4. Ta na hora de acabar essa farra de universidade publica, cada vez mais professores que se acham os donos do mundo fazendo o que bem entendem com os alunos dentro desses lugares “dão nota para puxa sacos e tem raiva de alunos mais abonados”, profissionalismo zero.. Por isso o ensino privado cresce cada vez mais..

    • Hahaha esta cheio de imbecis com dois neurônios que querem questionar a produção acadêmica. Gentinha imbecis que nem consegue fazer uma redação de 20 linhas.

  5. NAS UNIVERSIDADES:

    -NÃO HÁ FISCALIZAÇÃO DOS GASTOS DOS SALÁRIOS INDEVIDOS, GRATIFICAÇÕES, NEM DOS CCS,
    -NÃO HÁ FISCALIZAÇÃO DAS DISFUNÇÕES, NEM DE QUEM CUMPRE HORÁRIO OU NÃO, ( NÃO HÁ CONTROLE DE FREQUÊNCIA PARA DOCENTES!)
    -MUITOS DOCENTES NÃO CUMPRE HORÁRIO DE PERMANECIA, E OUTROS QUE RECEBEM DE ( DEDICAÇÃO EXCLUSIVA), TEM OUTROS EXTRAS FORA DA INSTITUIÇÃO, OU SEJA, NÃO SÃO D.E. NÃO;

    E AINDA, OS PROFESSORES DAS UNIVERSIDADES TEM O COSTUME DE NEGOCIAR OS SALÁRIOS DELES POR FORA DAS OUTRAS CLASSES, JÁ TIVERAM HÁ POUCO 38% A 40% DE REAJUSTE, DIVIDIDOS, EQTO OS TÉCNICOS HÁ MUITO ESPERAM A PROMESSA DE REAJUSTE DA TABELA COM OUTROS SERVIDORES DO ESTADO,

    ENTÃO SERÁ QUE OS PROFS DAS UNIVERSIDADES VÃO ENTRAR EM GREVE MESMO?

    OU APENAS O RESTANTES DOS SERVIDORES, E PROFESSORES COLABORADORES, QUE SEMPRE FICAM DE FORA, SÓ NAS PROMESSAS……

  6. Se o governo, ao invés de ficar tentando (me refiro aos que tentam) melhorar o ensino, deveria repassar recursos aos alunos pra escolherem on quiserem estudar. Não haveria gasto com construção e equipamento de escolas, salário de professores e outros servidores, água, luz, etc. No final das contas, reduziria custos e aumentaria a qualidade.

  7. Tudo é culpa do PT para o dito governador; pague o que deve em matéria de PROMOÇÕES E PROGRESSÕES, PAGUE A DATA BASE ACORDADA EM 2015 E EM FORMA DE LEI; NÃO DIZIAM QUE O GOVERNO ESTADUAL TEM DINHEIRO EM CAIXA NAS VÁRIAS PROPAGANDAS? Agora o funcionalismo é que está errado? Seja homem e honre com seus compromissos. Ontem em uma TV de Cascavel quis transferir os problemas para o pessoal do executivo e querendo jogar a opinião pública contra os mesmos, é muito do sujo….

  8. Nas Universidades:

    1- cargos comissionados, por que? para que, política interna?
    2-DE ( dedicação exclusiva) mas não fiscalizada, ou seja, tem prof, que trabalha fora, empresas, aulas particulares, e ainda recebe DE( 50% sobre o salário), e
    3- Viagens , diárias a congresso fora do país!

    Não dá não!
    o governo não poderia prejudicar todos servidores, sabendo desses abusos.

    • Alem das viagens, as milhas adquiridas são do dono da passagem. Deveriam, isto sim, ser do estado (pagador) e servir para que outros servidores usufruissem. O que se vê e viajar a trabalho e guardar as milhas para passear nas férias, muitas vezes com alguma companhia.

  9. Pra quem interessar possa, não tenho patrão. Ser contra algo ou alguém não necessariamente precisa estar a mando, a serviço ou defendendo alguém. Viu burrão?!

  10. Que absurdo! Tem professores universitários com salários de mais de 15 mil e fazendo greve. País de terceiro mundo mesmo.

    Quem dera um dia um governo de verdade criasse o programa dos Vouchers na educação e cada pai recebesse seus “cheques” e colocasse seus filhos na escola que quisessem…

    Acabaria toda essa palhaçada de greves todos os anos…

  11. os alunos estão acampados nas escolas e os professores entrando em greve cobrando seus direitos eles não são contra a população e sim o governo do seu patrão que arrocha salários agride professores e o governo temer que quer transformar alunos em gado

  12. A greve não é contra Beto Richa é contra a população de alunos.

  13. vao trabalharar tropa de ptzada corrupta perderam emtodo o lugar nao fizeram prefeito algum, essa apppt ja esta sem moral alguma inclusive os pais dos alunos estao de saco cheio, nao adianta espernear ptzada e requiao bob loco ainda nao caiu a fciha, acabou a mamata, se quiserem sobriviver vao ter q trabalhar acabou os cabides de emprego.

    • Será que professores tão ruins cruzaram seu caminho, amigo?

      Vamos fazer o seguinte, primeiro – não necessariamente nessa ordem – você aprende a escrever, depois a ler (não decodificar a união de letras e palavrinhas, mas ler de maneira crítica e reflexiva).

      Finalmente (veja bem, depois dos outros dois passos), volta a comentar na internet. O que acha?

    • HAHAHAHA O BABACA SE ORGULHAR DE TER DADO FORÇA PRA BANDIDAGEM GOLPISTA É UM OTARIO MESMO!!!!

    • Cabide de emprego é para os que são apadrinhados, estão engrossando a folha de pagamento, porque não tem competência para passar em concursos. Pago impostos sem sonegar pois são descontados em folha. Não devo nada de favores a ninguém pois trabalho e com certeza quem conhece o trabalho realizado na escola não fica falando asneira,

  14. Esses Governos injustos e maldosos não conseguiram enganar o povo por todo tempo.

  15. Esmael, pq vc não cita os outros servidores q vão entrar em greve? Não são só os professores!
    E todos os servidores pagam esse monte de impostos também!!
    PT é a cara dos burros, as pessoas querem receber os atrasados, suas mulas.

  16. culpa do PT segundo os rola bosta do governador playboy

    • Quando que vão trabalhar ? O povo que gosta de greve.

      • quando ouvirem pq povo pode protestar e fazer greve mas pra quem ganha 20 mil e não trabalha é um problema

      • Quando pagar ué, essa direita tem dificuldades em entender as coisas..

      • Quando os políticos parem de aviltar nossos direito, palhaço capachão

      • realmente, tambem sou a favor de direitos pros professores, e minha irma é professora do estado tambem , mas desta vez os professores que querem greve estao errados, e aqui na minha cidade muitos nao concordaram em entrar, afinal estamos em uma crise economica e enquanto milhoes perdem emprego eles tem milhoes de regalias, trabalham quatro dias por semana e o salario nao esta ruim, se fosse tao ruim assim eu nao veria tantos morrendo de estudar para conseguir passar, e quando passam apenas ouco, “agora estou feito”. estou errada?

    • A culpa é do meu ovo esquerdo! Você pode até não saber mas era ele que comandava o país e tinha maioria absoluta no congresso mas nos 13 anos que meu ovo (o esquerdo viu) não conseguiu manter a estabilidade econômica do Brasil.
      O PT? A culpa não é dele não…….

      • como tu é engraçadão acabou as respostar ilarias contra o pt e começa a baixaria se os membros inferiores do seu corpo tem alguma culpa isso não é problema meu
        o meu problema é governos incompetentes que governam de cima para baixo e ainda acham que o problema é o povo

        • sou servidor estadual, tenho atrasados tambem para receber mas ainda prefiro que meu salário esteja em dia para me manter, vou receber meu décimo para viajar de férias, os atrasados um dia sai e daí , só alegrias…. que estiver em desacordo com minha opinião que peça trasnferencia ou vápro RS,RIO,MINAS OU OUTRO ESTADO MELHOR…
          PS. SOU GAÚCHO ATÉ MORRER.

      • Fora da real!

  17. E agora como vai ficar? Do que adianta pagar IMPOSTOS.

    Se os servidores não são valorizados como ficaram os serviços a que temos direito.

    Mas apoio a GREVE.